Educação

Avaliação Nacional da Educação Básica: entenda detalhes do que ela prevê

avaliacao-nacional-da-educacao-basica-entenda-detalhes-do-que-ela-preve.jpeg

A Avaliação Nacional da Educação Básica (ANEB) faz parte do Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB), que inclui a Avaliação Nacional da Alfabetização (ANA) e a Avaliação Nacional de Rendimento Escolar (ANRESC) — também conhecida como Prova Brasil.

O SAEB tem o objetivo de produzir dados para o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). Essas informações permitem elaborar políticas públicas mais acertadas e fornecer aos educadores e aos gestores documentos realistas e confiáveis para que eles possam desenvolver projetos pedagógicos de acordo com as suas realidades.

Continue a leitura e entenda melhor o que prevê a Avaliação Nacional da Educação Básica!

Quais são os objetivos e metas da Avaliação Nacional da Educação Básica?

A ANEB é aplicada a cada dois anos, por amostragem, aos alunos do 5° e 9° anos do Ensino Fundamental de escolas públicas e privadas urbanas e rurais, e da 3ª série do Ensino Médio de escolas públicas.

Ela possibilita obter resultados sobre a performance de equipes de estudantes organizados em grupos amostrais. Seu objetivo principal é avaliar a equivalência, a eficiência e a qualidade da educação brasileira.

O exame consiste em provas objetivas e questionários que compreendem duas áreas do conhecimento: Língua Portuguesa e Matemática. A análise da educação é feita confrontando os resultados bienais com as metas estabelecidas, avaliando se os objetivos traçados estão sendo cumpridos.

Tais metas são planejadas de acordo com o país como um todo, com as unidades da federação e com os municípios. O plano é que cada setor evolua rápido o suficiente para fazer com que o país alcance o nível educacional médio das nações da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) — classificado como alto e satisfatório.

Qual é a diferença entre a ANEB e a Prova Brasil?

A ANEB e a Prova Brasil são complementares e empregam os mesmos instrumentos avaliativos em escolas com mais de dez alunos matriculados. Além disso, elas são aplicadas com a mesma periodicidade.

A Prova Brasil é uma avaliação censitária que, a partir de 2017, passou a englobar alunos do Ensino Médio da rede privada. A principal diferença é que a ANEB abrange as escolas e alunos de forma amostral — ou seja, somente parte dos estudantes participa dos exames.

Quais são as mudanças que envolvem as escolas particulares?

Além da inclusão das escolas privadas na avaliação da Prova Brasil, algumas mudanças envolvem a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) — que foi incorporada à Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM).

Para incentivar o estudo da Matemática em todo o Brasil, o Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) mudou o formato da OBMEP e passou a englobar as escolas particulares no exame. O objetivo é proporcionar a todas as escolas a possibilidade de descobrir jovens talentosos e melhorar o ensino.

Os resultados da Avaliação Nacional da Educação Básica não possuem natureza eliminatória ou classificatória para os alunos. Dessa forma, a melhor maneira de preparar a sua escola para a avaliação é por meio de um ensino de qualidade. Além disso, é importante trabalhar a conscientização de toda a comunidade escolar a respeito da importância e relevância do exame.

Gostou do nosso conteúdo? Então, curta a nossa página no Facebook! Assim, você recebe outras informações relevantes diretamente no seu feed de notícias!

Ensino híbrido: entenda o conceito e utilize a ferramenta na escola

saiba_como_transformar_a_sua_estrategia_pedagogica_em_4_passos.jpg.jpeg

 

Não tem mais como negar que a tecnologia tem transformado de forma crescente a nossa sociedade: segundo uma pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2015 o número de internautas no Brasil ultrapassou 100 milhões de pessoas, aumentando em 7,1% a quantidade do ano anterior — uma taxa de crescimento impressionante.

Cabe àqueles que se interessam pelas metodologias de educação descobrir como utilizá-la para incentivar cada vez mais os estudantes, garantindo que eles possam otimizar sua maneira de aprender ao mesmo tempo que respeita sua individualidade.

Foi dessa busca que surgiu o ensino híbrido, um modelo que une tecnologia e aprendizado. Para saber mais sobre a metodologia e como ela pode ser aplicada, acompanhe o post!

5 passos para levar inovação para sua escola em 2017

5 passos para levar inovação para sua escola em 2016

 

Você quer ser popular ou relevante?

Esqueça tudo que não leva qualidade para a rotina pedagógica de sua escola! No último dia 21/10, no Fórum Nacional de Educação, lideranças de todo país, concluíram que o grande desafio atual de escolas públicas e privadas é levar qualidade para as salas de aula. Adotar inovações simples que impactem na gestão pedagógica e na prática do professor em sala de aula. Conclusão: Temos que levar inovação para a escola, melhorar a formação de professores, a gestão pedagógica do aprendizado e habilidades do século 21. Simples, não?

Você sabe como engajar os seus alunos e melhorar o ensino?

Você_sabe_como_engajar_os_seus_alunos_e_melhorar_o_ensino.jpg.jpeg

 

Muitas são as razões que levam ao desinteresse e desmotivação dos estudantes com o ensino. Problemas pessoais, timidez, falta de confiança para expressar seus pensamentos, entre muitos outros. Neste post, vamos abordar um assunto que representa um dos maiores desafios dos professores atualmente: como engajar os seus alunos?

O resultado do seu trabalho como professor, não só para a escola, mas para o desenvolvimento do aluno, depende em grande parte da motivação e interesse dos estudantes. Por isso, o QMágico listou algumas dicas de como engajar seus alunos e melhorar o ensino da sua escola. Confira:

Gestão pedagógica escolar: prepare os seus alunos para os melhores resultados

Gestão_escolar_prepare_os_seus_alunos_para_os_melhores_resultados.png.png

 

As mudanças constantes na sociedade e a chegada de novos recursos nas diversas áreas do conhecimento, nos leva a refletir sobre as formas de aprender e ensinar na nova era. Os desafios se estendem e passam desde a importância de uma gestão escolar de qualidade até os resultados práticos que um ensino personalizado pode proporcionar ao aluno.

Confira no artigo de hoje algumas dicas de como preparar e estimular os alunos a obterem melhores resultados: