4 benefícios de se aplicar ensino híbrido

4-beneficios-de-se-aplicar-ensino-hibrido.jpeg

A educação tradicional, em que o professor fala e os alunos escrevem, sofre muitas críticas de profissionais e acadêmicos, mas no contexto prático, não é tão simples modernizar o ensino. Metodologias novas podem trazer insegurança nos pais e resistência do corpo docente, o que faz com que pedagogos e diretores não avancem na modernização de suas escolas. Todavia, mudanças não precisam ser bruscas, o Ensino híbrido é uma delas.

Nessa linha de raciocínio, a palavra híbrido significa algo composto por elementos diferentes. Na educação, o ensino híbrido é feito por meio da combinação de técnicas e tecnologia para aquisição do conteúdo. Vemos como exemplo disso os ensinos que mesclam métodos de educação presencial e online.

Parece algo bem simples, não é mesmo? Mas o ensino híbrido não é simplesmente a junção da tradição da sala de aula com a tecnologia. E para te motivar a testar essa ferramenta, nós separamos uma lista de benefícios da aplicação dessa metodologia para não restar dúvidas na hora de investir no ensino híbrido. Confira!

Por que implantar o ensino híbrido?

Um ponto importantíssimo do ensino híbrido é a possibilidade de ir além dos temas pautados no cronograma curricular escolar, pensando no uso consciente da tecnologia para otimizar tempo e aproveitamento da turma.

Não se trata apenas de utilizar internet em sala de aula ou ministrar aulas interativas. É, principalmente, montar um cronograma no qual os alunos possam utilizar os meios tecnológicos para os estudos, podendo variar como uma parte complementar ou a maior parte dele.

Possibilitando mudanças nas formas de avaliação e melhorar o rendimento dos alunos, avaliando por meio de estatísticas a capacidade e desenvolvimento de cada estudante e ajustando as atividades da melhor maneira para cada um, o ensino híbrido apresenta-se como uma mudança interessante.

1. Melhor rendimento

Se entendemos que cada aluno possui uma forma de pensar, um tempo diferente para resolver questões e várias outras individualidades, vemos como o ensino híbrido pode utilizar a tecnologia para melhorar o rendimento de cada aluno.

Com ferramentas para avaliar estatisticamente os estudantes em relação à duração e rendimento em cada atividade, é possível adequar da melhor maneira as disciplinas para cada aluno.

Além disso, o meio online permite que o aluno crie uma independência do professor, como uma inversão da sala de aula, estudando fora da sala de aula e deixando seus questionamentos para sanar com os professores. Ainda é possível juntar-se a outros alunos, trocando dúvidas e explicações sobre o material.

2. Conexão ao alcance de todos

Como este método de ensino permite conexões online, os estudantes podem compartilhar entre si ferramentas e novidades sobre os assuntos estudados. Assim, a rede fica maior e todos podem ajudar uns aos outros.

Inclusive, os professores podem usar as redes sociais, como Facebook, Twitter, Instagram, blogs, entre outros, para propagar conhecimento para os estudantes (e outras pessoas também) que, por sua vez, podem compartilhar com seus amigos. A ampliação das fontes também amplia a disseminação do conhecimento e da aplicabilidade do ensino híbrido.

3. Promoção da interdisciplina

Para ficar ainda melhor, os professores podem pensar em conteúdos interdisciplinares, planejando em conjunto. Com a ajuda da tecnologia, podem acompanhar a evolução dos alunos e modificar o que for necessário para a melhoria do aprendizado.

4. Utilização de novas metodologias

Para mais, o ensino híbrido permite aplicar organizações diferentes da sala de aula, chamadas de modelos sustentados ou disruptivos. O modelo sustentado é como conhecemos melhor o ensino híbrido, ou seja, é a junção do ensino tradicional com a tecnologia. Já o segundo é um formato distinto do que conhecemos, oferecendo algo mais inovador, rompendo o viés tradicional.

É importante ressaltar que os professores e as instituições de ensino devem estar preparados para a implantação do ensino híbrido e o uso das tecnologias. Investindo em bons laboratórios de informática e aparelhos tecnológicos para as salas de aula e aos professores, vemos que o incentivo à capacitação é a melhor maneira de contribuir com a introdução do ensino e a aprendizagem dos alunos.

E ai, gostou do tema? Se aprofunde no assunto com o nosso novo e-Book gratuito sobre Ensino Híbrido clicando aqui.