Participe da Avaliação Diagnóstica QMágico!

veja_como_proporcionar_aos_aluno_prazer_e_motivacao_para_estudar.jpg.jpeg

Para garantir a qualidade do ensino e mantê-lo como referência, as escolas devem sempre buscar avaliar seus procedimentos. Isso porque uma avaliação permite identificar os pontos fortes e também aqueles que precisam de mais atenção para serem aperfeiçoados. O caso dos alunos não é diferente. Uma avaliação diagnóstica dos mesmos pode fazer toda a diferença para a obtenção de melhores resultados no processo de aprendizagem.

Afinal, para melhorar a apreensão dos diferentes conteúdos, resultando até em maior aprovação em exames e vestibulares, os professores precisam identificar quais áreas merecem a dedicação de seus esforços com mais afinco.

Uma avaliação diagnóstica, diferente de outros métodos avaliativos, permite a identificação desses pontos com antecedência, possibilitando que as escolas se organizem para promover melhorias contínuas. Confira como participar da Avaliação Diagnóstica GRATUITA do QMágico.

O que é?

Existem diferentes formas de avaliação de alunos em sala de aula. Apesar disso, o modelo tradicional de avaliação analisa os resultados baseado em um processo quantitativo, nem sempre dá conta de apontar onde estão as verdadeiras falhas que culminaram naqueles determinados resultados.

Diferentemente, a avaliação diagnóstica dá prioridade aos processos de ensino e aprendizagem, não se embasando em notas e hierarquizações. Ela vem como uma opção para quem busca ir além da contabilização de erros e acertos.

Com o intuito de chegar na matriz do problema, permite identificar em qual etapa — ou em quais etapas — do processo de aprendizagem ocorreu uma incompreensão por parte dos discentes, permitindo solucioná-los.

Por que é importante avaliar?

Além de ser considerada uma análise não punitiva, que não se resume à níveis de classificação, esse método de avaliação possibilita que a escola identifique constantemente as causas das dificuldades dos alunos e organize novas metodologias e intervenções pedagógicas específicas, que promovam a dissolução daquelas dúvidas ou dificuldades percebidas.

Com a avaliação diagnóstica, muitas vezes é possível observar a necessidade dos alunos em inovação, mas que ainda enfrenta resistências de implementação nos espaços escolares.

O resultado é uma participação mais ativa dos alunos, que passam a lidar com outras formas de avaliação, gerando um maior nível de aproveitamento dos diferentes saberes adquiridos. Refletindo a longo prazo em melhores resultados em vestibulares e exames nacionais, devido à fixação profunda das aulas.

Como colocar em prática?

No formulário abaixo, execute os seguintes passos:

Passo 1 – Selecione um ano e uma turma que para participar da avaliação:

Opção 1 – 6º ano E.F | Modelo : Prova Brasil | 44 questões (Linguagens e Matemática) | 2 horas e meia de duração;

Opção 2  – 1º ano E.M | Modelo : Prova Brasil | 52 questões (Linguagens e Matemática) | 2 horas e meia de duração;

Opção 3  – 3º ano E.M | Modelo : ENEM | 80 questões ( Quatro áreas do conhecimento) | 4 horas e meia de duração;

Passo 2 – Agende a melhor data para realizar a prova:

Lembrando que as provas poderão ser feitas entre o dia 01/05 até o dia 27/05;

Passo 3 – Receba um relatório incrível e exclusivo por aluno e por escola e entenda o diagnóstico de aprendizagem da sua turma e de seus alunos de forma individual.

Vamos descobrir os pontos fracos e fortes dos seus alunos, juntos!