Projeto pedagógico: como ter turmas mais engajadas?

Depositphotos_98094816_m-2015.jpg.jpeg

Houve uma época em que o professor era o detentor do conhecimento. Essa posição lhe garantia respeito e atenção por parte dos alunos, afinal, onde mais eles poderiam adquirir os saberes científicos e acadêmicos? Contudo, de uns tempos pra cá, as informações ficaram mais acessíveis, seja nos livros ou, principalmente, na internet. Esses avanços ocorreram rapidamente, ao passo que a educação se manteve estagnada por um bom tempo, até que começassem a aparecer as consequências dessas mudanças, mas, infelizmente, os projetos pedagógicos das escolas parecem ainda não acompanhar as transformações.

Além disso, o desenvolvimento da tecnologia aumentou também as opções de diversão e hobbies, mudando os principais interesses das crianças. Tudo isso fomenta o desafio dos professores em deixarem os alunos atentos e participativos dentro da sala de aula — até porque, não é fácil acompanhar os focos de interesse dos pequenos!

Diante desse novo cenário, é imprescindível que ocorram modificações e modernizações no projeto pedagógico das escolas, a fim de despertar o interesse dos alunos pelas aulas e pelo que o professor tem a oferecer.

Não sabe por onde começar? Hoje daremos algumas dicas para você conquistar de vez as suas turmas. Acompanhe!

Crie espaço para comunicação e interação

Possibilitar diálogos e discussões construtivas dentro da sala de aula é o primeiro passo para que o aluno se sinta ativo em seu processo de aprendizagem. Além de criar vínculo com os alunos, essa prática permite que o aluno desenvolva sua capacidade crítica e discursiva ao expor e defender sua opinião. Desafiar o aluno a explicar suas preconcepções é um ótimo exercício.

Mude os métodos de aprendizagem e de avaliação

Os alunos (e pais) estão sempre tão preocupados com notas, que acabam se esquecendo de que elas são apenas uma ferramenta para avaliar a qualidade do aprendizado. Muitos decoram as matérias para a prova e, logo em seguida, se esquecem do que estudaram.

Uma boa opção é propor projetos e trabalhos que tenham algumas etapas a serem cumpridas, de preferência em grupo, para que as habilidades de cada um possam ser aproveitadas e valorizadas. A avaliação deve ser feita individualmente, de acordo com os avanços e comprometimento de cada aluno ao longo do desenvolvimento do projeto.

Ajude os alunos a colocarem os conhecimentos em prática

Se, por um lado, o aluno atual recebe mais informações que os alunos de antigamente recebiam, por outro, ele não tem tempo para absorvê-las — muito menos condições de aplicá-las em seu cotidiano. Apresentar maneiras de colocar o conhecimento adquirido em prática e vice-versa (ou seja, fazer da prática um conhecimento) pode ser um enorme diferencial para garantir a atenção dos alunos.

Imagine só como sua turma se empolgaria ao estudar biologia a partir de algum episódio de uma série médica, por exemplo. Estar a par das referências dos seus alunos é essencial para deixá-los engajados.

Promova a interdisciplinaridade

A integração de conteúdos é a grande aposta de inovação no sistema de ensino. Essa prática permite a interação de disciplinas diversas, de modo a melhorar a capacidade de reflexão do aluno. Além disso, ela aproxima os estudos da realidade, onde tudo se encontra como uma unidade, e não separadamente, como fazem as matérias escolares.

É muito mais interessante estudar geometria se você também puder criar formas geométricas 3D na aula de artes, por exemplo. Converse com os outros professores e proponha projetos integrados para as turmas.

É importante lembrar que, por mais que as pessoas sejam bombardeadas com informações a todo minuto, ainda falta desenvolver capacidade crítica, transformar essa informação em conhecimento e, sempre que possível, aplicá-lo no dia a dia. Esse é um dos principais desafios do professor do século XXI: ensinar ao aluno a procurar pela informação certa e ajudá-lo a transformar essa informação em algo útil. É seu papel, também, acompanhar os avanços e os interesses de seus alunos, procurando adequar o aprendizado ao seu contexto.

Sendo assim, tenha sempre em mente esses objetivos ao recriar seu projeto pedagógico, procurando inovar e lembrando sempre que aluno e professor devem estabelecer uma parceria para que a educação funcione com qualidade.

Gostou das nossas dicas? Sabe mais maneiras de manter o engajamento das turmas? Compartilhe seus conhecimentos e experiências nos comentários!
Quer conferir mais dicas? Curta a nossa página no Facebook e tenha à disposição conteúdos para qualificar a sua atuação no ambiente escolar.