Confira algumas práticas para otimizar o tempo em sala de aula

confira-o-que-fazer-para-otimizar-o-tempo-em-sala-de-aula.jpeg

O domínio do tempo durante as aulas pode ser um desafio para alguns professores. Mas, para ensinar com qualidade os conteúdos necessários, otimizar o tempo em sala de aula é determinante. Afinal, o gerenciamento do tempo reflete diretamente na obtenção de melhores resultados em uma Instituição de Ensino.

Em busca de tornar motivar professores e de garantir que o conteúdo seja ministrado com maestria, separamos algumas dicas pra gerenciar o tempo durante as aulas. Confira agora quais são elas.

Otimizar o tempo em sala de aula

A rapidez das relações e das atividades cotidianas tem exigido cada vez mais um bom planejamento. Nas Instituições de Ensino, isso não é diferente. Afinal, é importante promover um ensino de qualidade, que compreenda a aprendizagem de diversos conteúdos de forma aprofundada.

Essa otimização, além de depender da organização pessoal do professor, precisa pensar de forma a envolver os alunos. Ao despertar o interesse e prender a atenção da turma, fica muito mais fácil a fixação dos temas trabalhados e o rendimento também se amplia.

Utilizar as tecnologias

Em 2013, o Banco Mundial, em conjunto com a Secretaria de Educação do Rio de Janeiro, descobriram que os professores perdem 30% do tempo em sala de aula com funções não ligadas ao ensino. Arrumação das carteiras, chamada, correção de tarefas e escrita no quadro são algumas delas.

Isso demonstra que recorrer às tecnologias é uma das formas de otimizar o tempo dos professores. A QMágico, por exemplo, trabalha com o conceito de sala de aula invertida, em que os alunos aprendem o conteúdo em casa e levam suas dúvidas para a próxima aula.

As lousas digitais também são boas soluções interativas, que prendem a atenção dos alunos e possibilitam uma experiência educacional diferente. Essa proposta do Ensino Híbrido ainda visa otimizar o tempo dos professores, automatizando o planejamento de aulas e a correção de tarefas e avaliações.

Planejar as aulas

O planejamento das aulas é um fator que afeta diretamente o desempenho do professor em sala. Por isso, a distribuição do conteúdo deve ser feita com antecedência. Nesse caso, a ideia da sala de aula invertida é de grande auxílio.

Conteúdos muito densos e que necessitam atenção podem ser adiantados aos alunos, que deverão estudá-lo de forma antecipada. Assim, o tempo em sala pode ser aproveitado para aprofundar os conceitos mais difíceis e solucionar dúvidas.

Além disso, cada momento dentro da sala também pode ser planejado. É indicado que o professor defina quanto tempo irá gastar em cada etapa da aula, como explicação, exercícios e dúvidas.

Compartilhar o cronograma

Ao distribuir o conteúdo ao longo do semestre ou ano, o professor terá uma boa visão sobre o tempo necessário para cada tema. Visando o contato antecipado do conteúdo pelos alunos, é interessante que eles também possam acompanhar o cronograma.

Essa responsabilidade compartilhada promove um compromisso dos alunos com o andamento das aulas. A tendência é que eles foquem a atenção à aula e evitem faltas desnecessárias para não perder aquele assunto. Cada aluno ainda consegue se programar para antecipar exercícios daqueles temas mais fáceis, de acordo com sua rotina pessoal.

Com essas dicas, otimizar o tempo em sala de aula fica bem mais fácil. E como bônus, as estratégias promovem um ensino mais interessante e interativo aos alunos.

Se gostou desse conteúdo, compartilhe o post em suas redes sociais e ajude seus colegas de trabalho a gerenciarem o tempo de aula.