Metodologia de ensino: como debates na sala de aula podem ajudar

Depositphotos_4758023_m-2015.jpg.jpeg

 

O mundo vem se modernizando bem depressa. As tecnologias de informação e comunicação avançam em uma velocidade assustadora, e as pessoas vão modificando seus hábitos e sua cultura, adequando-se aos novos tempos. E, nesse contexto, o grande desafio da educação é conseguir acompanhar o ritmo das mudanças, para que cumpra seu papel social, em um mundo em que alunos preferem seus celulares à escola.

Algo que tira o sono dos professores é aprender a cativar os alunos, mantendo-os interessados na escola e conscientes da importância dos estudos em suas vidas. Como podemos fazer da sala de aula uma extensão do universo dos alunos? A solução, sem dúvida, está relacionada ao tipo de metodologia de ensino empregada.

Acompanhe neste artigo como os debates em sala de aula podem ser incluídos na metodologia de ensino e ajudar a cativar os alunos.

O professor não é o detentor absoluto do saber

Seja você é aluno ou professor, é bom aprender a lidar com essa realidade. Foi-se o tempo em que aula boa era puramente expositiva, na qual o docente “depositava” o conhecimento na cabeça dos alunos, cujo papel era manterem-se passivos e livres de reflexões mais profundas.

O papel do professor é ser um facilitador nos processos de ensino e aprendizagem, estimulando os alunos para que atinjam e, se possível, superem os objetivos propostos. O aluno é um personagem ativo e fundamental, que pode (e deve!) refletir, questionar, argumentar e contribuir para o conhecimento de todos, compartilhando seu conhecimento e suas próprias vivências. Nesse cenário, usar o debate na metodologia de ensino é algo extremamente benéfico! E por falar em debate…

Adaptando a metodologia de ensino: debates na sala de aula podem ajudar

A educação, além de auxiliar os alunos na construção de saberes teóricos, deve ser capaz de fornecer as ferramentas necessárias para que os jovens desenvolvam certas habilidades e comportamentos que terão utilidade prática ao longo de suas vidas, colaborando para a construção da cidadania. Assim, promover debates em sala de aula é uma das iniciativas mais inteligentes e produtivas que um professor pode ter.

Debates estimulam o poder de reflexão e argumentação dos alunos, além de lhes permitir aprender a lidar com diferentes pontos de vista. Quando o professor abre espaço para a discussão, os alunos passam a se sentir mais valorizados, pois percebem que o que pensam e dizem tem relevância para o grupo. Isso aproxima professores e alunos e faz com que todos entendam melhor as visões de mundo uns dos outros. Os alunos passam a perceber que não é o professor quem “dá” a aula, mas que todos contribuem para a construção do conhecimento.

Conheça nosso infográfico de sala de aula invertida e saiba como aplicar essa metodologia!

Como começar um debate nas aulas

Os debates podem acontecer durante as aulas de quaisquer disciplinas. O professor deve escolher um tema que se relacione com a realidade e a faixa etária dos alunos para que a discussão faça sentido para a turma. O papel do professor será mediar a discussão, estimulando a participação de todos.

Se possível, é interessante permitir que os alunos se preparem previamente para participar do debate. O professor pode sugerir uma série de materiais para que a turma se familiarize com os temas que estarão em pauta. Essa metodologia mantém relação com a metodologia da sala de aula invertida, que favorece uma postura mais interativa e instiga a participação dos alunos. A turma estuda os temas em casa, e quando os alunos chegam em sala de aula, estão cheios de questionamentos e ideias que enriquecerão a discussão.

Algumas ferramentas tecnológicas, como a plataforma QMágico, são de extrema utilidade para professores e alunos. A QMágico permite que o professor compartilhe virtualmente com seus alunos os conteúdos didáticos necessários, de maneira rápida e prática. Assim, os alunos têm acesso aos materiais necessários a partir de uma experiência de aprendizagem mais moderna e eficiente.

Quando o professor está aberto ao diálogo em sala de aula, os resultados positivos são visíveis: alunos mais motivados, engajados e com melhor desempenho acadêmico. Você, professor, procure usar a criatividade e coloque em prática atividades que incentivem seus alunos a se tornarem mais ativos e confiantes em sala de aula! Favoreça o debate, a troca de conhecimentos e use a tecnologia a seu favor. Isso fará com que a escola faça sentido aos alunos, pois terá relação com sua realidade. Todos têm a ganhar.

Já incorporou os debates na sua metodologia de ensino? Compartilhe conosco suas experiências, deixe seu comentário!

CaDi