Como vencer os desafios do gestor da escola inovadora

Depositphotos_21023415_m-2015.jpg.jpeg

 

Quem é diretor de escolas particulares sabe que necessita estar sempre inovando, afinal, o mercado é bastante competitivo e os pais e alunos cobram por uma educação de qualidade. Para se criar uma escola inovadora, no entanto, o gestor da instituição deve ser uma pessoa de mente aberta e disposta a romper com os paradigmas tradicionais.

No post de hoje, falaremos sobre atitudes que ajudam os diretores a vencer os desafios da escola inovadora. Confira.
 

Entenda a nova geração de alunos

Os alunos que frequentam as escolas atualmente pertencem à geração Z – pessoas nascidas a partir da segunda metade da década de 90. Eles nasceram em uma época em que os instrumentos tecnológicos como computadores, smartphones e tablets já eram uma realidade e já faziam parte do cotidiano das pessoas, o que os faz nativos digitais.

Dentro desse contexto, dificilmente um aluno da geração Z se sentirá atraído por um modelo de educação tradicional, onde o professor fala e escreve o conteúdo em um quadro negro e posteriormente cobra o aprendizado em provas e outros tipos de avaliações.

Para entender melhor os alunos, o gestor da escola pode fazer um trabalho de pesquisa, entrevistando professores, pais de alunos e os próprios alunos e assim ter uma base de dados muito rica para investir em estratégias de ensino mais atraentes para esse público.
 

Uma escola inovadora precisa de estratégias inovadoras

Hoje em dia, temos muita informação à disposição de todos. Se alguém que nunca estudou a fórmula de Bhaskara, por exemplo, digitar esse termo no Google, encontrará tutoriais em texto ou vídeo, esclarecendo como aplicá-la em diversas situações e poderá realizar exercícios sem a necessidade de um professor explicar o conteúdo.

Uma ideia interessante para ser adotada é a técnica de sala de aula invertida, uma das práticas indicadas pela plataforma QMágico. Nessa estratégia, o professor disponibiliza o conteúdo para que os alunos estudem em suas casas e tragam as dúvidas para a sala de aula. Isso faz com que o momento de aprendizagem se torne muito mais interessante para os alunos da nova geração.
 

O corpo docente também precisa inovar

Nossa intenção aqui não é desmerecer o trabalho dos professores tradicionais, afinal eles têm muita bagagem e experiência como educadores, o que faz toda a diferença para uma escola. No entanto, é necessário que a escola busque sempre por profissionais que não tenham medo de se atualizar e inovar suas técnicas de ensino.

A velha teoria de que o professor é o detentor do conhecimento já não é mais bem vista pelos alunos, que preferem ver o mestre como um facilitador de discussões e compartilhamento do conhecimento.

Os professores modernos também precisam estar atentos às inovações tecnológicas e enriquecer suas aulas com textos, vídeos e outros materiais produzidos para as mais diversas mídias que existem nos dias de hoje. E para que isso seja possível, cabe à direção da escola a realização de treinamentos para que os professores estejam aptos a lidar com ferramentas como o Google Drive, Dropbox, mídias sociais, entre outros.

E então, está pronto para ser realmente um gestor de escola inovadora? No caso de ter ficado com alguma dúvida sobre os assuntos aqui abordados, não deixe de fazer um comentário. Boa sorte!