A tecnologia na educação: como as inovações podem ajudar no ensino?

Schoolchildren practicing on a keyboard in music class

Em um mundo cada vez mais conectado, é inevitável que a relação tecnologia e educação esteja cada vez mais próxima e, além disso, com muitas vantagens em relação à melhora do desempenho de docentes e discentes. Para compreender melhor esse processo e ver as possibilidades de sucesso que o uso da tecnologia na educação apresenta, veja as dicas abaixo:

Aproxime-se da realidade dos alunos 

É perceptível que uma geração cujo contato com a tecnologia é mais amplo apresenta uma necessidade de análise mais aprofundada, sendo assim necessário compreender o cotidiano em que esses jovens vivem e, dessa forma, identificar as suas necessidades educacionais. Desde redes sociais como o Instagram até plataformas de pesquisa utilizadas, é importante que professores, coordenadores e gestores, estejam sempre atentos às novidades e possam fazer com que a escola não seja uma realidade tão distante do universo social vivido pelos alunos.

Amplie o diálogo com alunos, pais e demais membros da comunidade  escolar 

Nesse processo de aproximação com a realidade dos alunos, é muito importante abrir o diálogo com eles para compreender o que esperam vivenciar dentro do ambiente escolar e quais sugestões oferecem. Ouvir a opinião dos pais também é fundamental para verificar o que eles entendem ser mais benéfico para os seus filhos dentro desse processo de inovação tecnológico-educacional. Demais membros da comunidade escolar como professores, supervisores, coordenadores e monitores também devem ser ouvidos, especialmente no que tange à aplicabilidade dessas ações no cotidiano escolar.

Entenda as tecnologias antes de escolher a mais adequada para aprimorar o ensino dentro da sua instituição

Já foi o tempo em que investir em tecnologia era somente montar um laboratório de informática. Equipamentos interativos como a lousa digital e a disponibilização de materiais complementares em plataformas online são algumas das tendências mais atuais em relação à modernização do ensino. Diante disso, é preciso que a instituição faça uma análise da relação custo-benefício dessas ferramentas tecnológicas e a possibilidade de adequá-las dentro do novo conceito pedagógico, sempre levando em conta questões como interação com os alunos, formas de operação e manutenção dos equipamentos, além da busca pelo equilíbrio do uso delas com as práticas tradicionais de ensino.

Verifique a funcionalidade de práticas pedagógicas digitais

Aulas extras transmitidas ao vivo via Skype ou plataforma própria e o uso da gamificação (prática de utilizar games em sala de aula para explorar alguns conteúdos e trabalhar habilidades como o trabalho em equipe e a tomada rápida de decisões) representam um excelente viés de união entre elementos digitais e práticas pedagógicas. Porém, é preciso fazer um balanço das informações coletadas visando construir um planejamento adequado para alcançar um êxito maior na proposta de tornar o espaço escolar mais inovador.

Conforme apresentado acima, o universo a ser explorado em relação ao uso da tecnologia na educação é bem vasto. Dessa forma, é preciso analisar as melhores teorias pedagógicas e definir a maneira ideal de colocá-las em prática, sempre levando em conta a necessidade de alinhamento com as inovações tecnológicas e as vantagens que elas apresentam.

E você? O que pensa sobre o crescimento da relação entre tecnologia e educação? Aguardamos seu comentário, ele é muito importante para nós!

 
CaDi