2 métodos de ensino que tornaram a Finlândia destaque em educação

2-metodos-de-ensino-que-tornaram-a-finlandia-destaque-em-educacao.jpeg

Os métodos de ensino da Finlândia se destacam no cenário mundial e são referência para o aprimoramento da educação em vários países.

Até mesmo o Brasil já enviou docentes brasileiros para estudar a educação finlandesa durante 5 meses por meio do programa Professores para o Futuro, financiado pelo CNPQ (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Ministério da Educação).

No post de hoje, vamos destacar os principais métodos de ensino desenvolvidos na educação da Finlândia que transformaram o país em parâmetro educacional. Confira!

1. Ensino baseado em projetos e solução de problemas

problem-based learning e o project-based learning são ensinos baseados em solução de problemas e em projetos. Eles foram utilizados na Finlândia até o ano 2016.

Nesses métodos, os alunos constroem o conhecimento na prática a partir de problemas fictícios ou reais da comunidade. A busca por soluções aproxima os estudantes de suas comunidades, tornando-os proativos diante das dificuldades.

A utilização de tecnologias em sala de aula é importante para auxiliar o trabalho e o acompanhamento dos projetos pelos professores e torna a aprendizagem mais interessante para os alunos.

Muito dos projetos são desenvolvidos em parceria com empresas locais, que acompanham de perto os alunos para observar o potencial de cada um.

Esse modelo de educação finlandês busca desenvolver habilidades como empreendedorismo, capacidade de argumentação, análise critica e capacidade de gerenciar projetos e lidar com erros e imprevistos.

Contudo, é importante destacar que essa metodologia não deixa de lado o conteúdo das disciplinas tradicionais.

A participação do professor não é tão direta sobre o projeto, mas ele sabe das metas a serem cumpridas e também está presente para mediar as discussões. E a avaliação final é feita por todos, alunos e professores.

2. Phenomenon learning ou aprendizado experimental

A partir de 2016, o ensino finlandês optou por utilizar em suas escolas um novo método de ensino, o phenomenon learning, ou seja, um dos métodos de ensino da Finlândia considerado um aprendizado experimental.

O aprendizado experimental dá autonomia aos alunos para escolherem o tema a ser estudado. E junto ao professor eles planejam o desenvolvimento do assunto escolhido.

A ideia é que o aluno desenvolva um pensamento transdisciplinar. A partir do assunto de interesse, várias áreas (matemática, literatura, física etc.) serão utilizados para explicar esse tema.

A utilização da tecnologia para esse processo é fundamental, pois os alunos planejam e avaliam a construção desse projeto e são mais autônomos no processo de aprendizagem.

Nessa metodologia, os professores que já trabalhavam de forma colaborativa com os alunos agora também precisam trabalhar em cooperação com outros docentes. A autonomia do aluno no processo de aprendizagem também modifica o papel do professor: ao invés de aulas expositivas, o docente será mentor do aluno durante a construção de seu conhecimento.

E ai? Gostou de entender um pouco mais sobre os métodos de ensino da Finlândia? Ficou animado com as possibilidades que o uso da tecnologia e de novas metodologias pode trazer para a sua escola? Então não deixe de ler o e-book que preparamos para você e veja como motivar os alunos em sala de aula.