Sala de aula

Entenda a sala de aula invertida

A sala de aula invertida ou flipped classroom é uma metodologia ativa que ressignifica o papel do aluno, do professor e da aprendizagem. Coloca o aluno no centro do processo ensino aprendizagem, como protagonista e, promove o desenvolvimento de uma aprendizagem ativa, investigativa e colaborativa.

O professor promove aos alunos um processo de aprendizagem contínuo, que acontece em diferentes espaços e possibilita ampliar seus estudos, conhecimentos, e ainda desenvolver habilidades de comunicação, gestão e autonomia. Neste novo formato de ensinar e aprender, os educadores são mediadores da aprendizagem e não detentores do conhecimento.

Big Data a serviço da educação

Big Data a serviço da educação

Quer saber como seu aluno estuda em casa? Quais suas preferências? Como ele aprende mais e melhor? Em 2014 com a vitória da seleção alemã na Copa do Mundo, muitos se perguntavam qual era a fórmula do sucesso. A resposta é simples: “[…] combine planejamento de longo prazo, disciplina, bons jogadores e … muita informação sobre o que acontece em campo” (ROSA, Guilherme, 2014)

Na educação não é muito diferente, basta combinar bons professores, alunos dedicados, planejamento de aula e estudo, disciplina e muita informação para atingir bons desempenhos e ter uma educação de qualidade. No entanto, como podemos conseguir esses dados?

Conheça os ganhadores do Concurso – O que é uma ótima aula?

Aulas Mais Interessantes para os Alunos – Phelipe Silva Andrade –  CCI


Há pouco mais de um mês lançamos um concurso referente ao dia dos professores com a temática:

O que é uma ótima aula? 

Tivemos algumas respostas e vou dividir com vocês a do Professor Raphael Matos do CDI, além de um vídeo muito legal que o professor Phelipe Silva Andrade, do Centro Educacional CCI Sênior, de Brasília. As práticas abaixo foram realizadas em diferentes estados do Brasil. Parabéns aos professores inovadores. Vocês estão fazendo coisas incríveis por ai! 

Tecnologias digitais despertam interesse pelo aprender

Mais concentração, aprendizagem fora da escola e facilidade na avaliação são alguns dos benefícios observados no uso da plataforma digital de aprendizagem.

QMágico na Campos Salles

Alunos da escola Campos Salles utilizando a plataforma QMágico

Primeiras observações:

Tecnologia desperta interesse
Uso dos computadores conectados à internet de alta velocidade para a realização de atividades no QMágico promoveu maior concentração na realização das atividades propostas.

Quais são as habilidades que um professor precisa ter para ensinar no mundo digital?

O que é preciso para ensinar em um mundo cada vez mais conectado? O desafio dos profissionais da educação é desenvolver competências que nem sempre têm relação com o uso do computador. O blog Desafios da Educação traz uma lista de cinco habilidades essenciais que professores precisam ter para ensinar em parceria com a tecnologia.

1. Facilitar a interação
O professor precisa tornar-se um facilitador em vez de impor o seu ponto de vista. É importante fazer os alunos se sentirem parte da produção de conhecimento participando dos debates e dando ideias para compor a disciplina. Essa postura estimula um ambiente dinâmico, onde o conhecimento é compartilhado em rede. O jogo da Paz Mundial, de John Hunter, é um ótimo exemplo de como o professor pode ser um facilitador em sala de aula. Sua experiência com alunos do Ensino Infantil é uma inspiração também para líderes e gestores do Ensino Superior.